O fim dos 20% nas imagens patrocinadas do Facebook

Nos últimos dias o mercado digital recebeu uma notícia muito aguardada: os anúncios feitos para o Facebook não seriam mais rejeitados por terem mais do que 20% de texto. Para quem não sabe o Facebook até dias atrás rejeitava qualquer imagem que fosse patrocinada se ultrapassasse este limite. Se você insistisse e tivesse muitos anúncios reprovados sua conta inclusive poderia sofrer punições.

Isso sempre gerou uma tremenda dor de cabeça com clientes, designers e Social Medias. O Facebook sempre julgou que muito texto polui demais a timeline, e que o ideal é que não tenha nada escrito e a imagem fale por si. Se eles estão certos ou não vale a discussão, mas uma empresa que chegou onde chegou deve conhecer bem seu mercado, correto?

Como muita gente reclamava sobre o assunto o Facebook resolveu acabar com essa limitação...Só Que Não... Eles não reprovam mais o anúncio, mas quanto mais texto, mais você vai ter que pagar para que ele chegue ao seu público. Foi algo como: “Quer textão? OK, mas vai pagar caro por isso.”

Agora temos 4 categorias de anúncios com texto:

  1. OK

1506-1

No exemplo acima é como o Facebook recomenda que os anúncios sejam feitos. Vão ter uma boa distribuição. Como podem ver o logo aparece no canto direito e nada de texto.

2) LOW

1506-2

A entrega do anúncio não será grande. Tem texto e logo, e o Facebook recomenda que seja feita alterações.

3) Medium

1506-3

O Facebook considera que a imagem tem texto demais, e a distribuição será muito baixa.

4) High

1506-4

O excesso de texto vai reduzir a praticamente zero a distribuição.

Como os anúncios do Facebook são disputados como leilão, se você tiver uma qualificação baixa do anúncio, e seu concorrente uma classificação melhor, este último terá preferência na exposição e o anunciante terá que pagar muito mais que o concorrente para conseguir fazer com que seu anúncio apareça o mesmo tanto.

Um ponto importante é que essa liberação da trava dos 20% irá permitir mais liberdade para os criativos, mas isso terá um custo e deve-se pensar quanto isso valerá a pena ser usado.

Isso tudo que explicamos aqui é apenas um aspecto da complexidade de fazer anúncios relevantes para o Facebook. Cada vez mais é necessário que um profissional qualificado e atualizado fique por trás das campanhas de uma marca.

Caso precise de uma consultoria, fale com a F3 Agência.

No Comments Yet.

Leave a comment